Nota de pesar

Faleceu na madrugada de hoje, 21 de março de 2018, o ex-deputado Luciano Pizzatto. Engenheiro florestal com especialização em direito socioambiental, Pizzatto sempre esteve relacionado com questões ambientais.

Enquanto diretor do antigo IBDF (órgão que deu origem ao IBAMA) esteve envolvido no processo de criação do Parque Nacional do Superagui. Já como Deputado Federal, foi o autor do projeto de lei que criou o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (Lei Federal 10.227/2001).  A Lei Federal 12.829/2013, que criou o Parque Nacional Marinho das Ilhas dos Currais, também foi iniciativa do ex-deputado.

À família de Luciano Pizzatto, nosso sentimento de pesar.

Anúncios

Reunião do Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange.

Amanhã, dia 19 de dezembro de 2017, será realizada a 23ª Reunião Ordinária do Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange. O evento, que é aberto a toda comunidade, ocorrerá na Sala Multiuso da Universidade Federal do Paraná – Setor Litoral, a partir das 13:30 horas.

Na pauta da reunião de amanhã está prevista a aprovação da ata anterior e homologação das Instituições Membros representativas dos Setores para a nova composição do Conselho Consultivo do PNSHL.

A UFPR – Setor Litoral fica na Rua Jaguariaíva, 512, Caiobá, em Matinhos. Toda a comunidade está convidada a participar.

 

Seleção para estágio não curricular no Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange

O Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange abrirá vaga para estagiário (estágio não-obrigatório), com previsão de início a partir de março/2018.

O candidato precisa ter os seguintes pré-requisitos:
  • estar matriculado em curso de graduação (desejável que tenha ainda dois anos de curso);
  • responsabilidade;
  • pró-atividade;
  • assiduidade;
  • pontualidade;
  • bom relacionamento interpessoal;
  • disposição e condições para atividades de campo;
  • boa redação;
  • utilização de Word, Excel, internet , e;
  • conhecimento básico de software(s) de geoprocessamento (Qgis e/ou ArcGis).
As atividades serão desenvolvidas na Sede do Parque Nacional e em campo (Parque e entorno). Envolvem os temas de autorizações ambientais, licenciamento ambiental, uso público, fiscalização, regularização fundiária, pesquisa, comunicação, relações com a comunidade, etc.
O estágio é oferecido via CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola e dá direito a uma Bolsa Auxílio mensal de R$ 364,00 mais vale transporte (R$ 6,00 por dia de estágio).
A carga horária é de 20 horas, sendo o(s) turno(s) de acordo com a disponibilidade do estagiário.
Interessou? Traga seu currículo resumido na sede do Parque (Rua das Palmeiras, 170 – Caiobá) até o dia 11 de dezembro. Os selecionados serão chamados para entrevista.

Reunião do Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange.

Amanhã, dia 10 de outubro de 2017, será realizada a 22ª Reunião Ordinária do Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange. O evento, que é aberto a toda comunidade, ocorrerá na Sala Multiuso da Universidade Federal do Paraná – Setor Litoral, a partir das 13:30 horas.

Na pauta da reunião de amanhã está prevista a apresentação, pelo GT Integração, da proposta de composição dos Conselhos do PNSHL e do PARNA Guaricana, e uma apresentação sobre o Observatório de Conservação Costeira do Paraná (OC2) – função e atividades desenvolvidas.

A UFPR – Setor Litoral fica na Rua Jaguariaíva, 512, Caiobá, em Matinhos. Toda a comunidade está convidada a participar.

Vaga de recepcionista no PNSHL

O Parque Nacional de Saint-Hilaira/Lange está à procura de recepcionista para trabalhar na sede administrativa da Unidade de Conservação.

Para se candidatar é necessário: ter ensino médio completo; conhecimento nos programas Word, Excel, PowerPoint, internet e noções básicas de CorelDRAW e Photoshop (desejável); experiência de, no mínimo, seis meses em função administrativa; ser organizado; saber trabalhar sozinho, em grupo e com publico; ter boa redação; conhecimento básico em espanhol e inglês (desejável); residir em Matinhos.

Se você tem interesse e possui o perfil, é necessário entregar o currículo pessoalmente na sede do Parque que fica na Rua das Palmeiras, nº 170 – Caiobá – Matinhos/PR, até o dia 04/10/2017, no período das 8h às 11h30 (manhã) e 14h às 17h (tarde).
A equipe do Parque entrará em contato com os selecionados até o dia 13/10/2017 para agendar entrevista.

INFORMAÇÕES:
Salário base: R$ 1.249,00
Benefícios: Vale Transporte; Vale Alimentação (R$ 330,00)
Horário de trabalho: 08h às 18h (2 horas de almoço) de segunda à sexta-feira.

Voluntários realizam o 4º mutirão na trilha da Torre da Prata

No último dia 26 de agosto, antevéspera do Dia Nacional do Voluntariado, servidores do ICMBio, associados do Clube Paranaense de Montanhismo (CPM) e voluntários das duas instituições realizaram o 4º Mutirão de Sinalização e Manutenção na Trilha da Torre da Prata.
Ao todo, entre voluntários e analistas ambientais do PARNA Saint-Hilaire/Lange e PARNA Marinho das Ilhas dos Currais, participaram 21 pessoas. Alguns voluntários já participam pela segunda ou terceira vez. Entre os voluntários, vários montanhistas, além de estudantes, professores, profissionais liberais e funcionários públicos.

Substituição de degraus de aço, na primeira etapa do mutirão – Foto: Simone Rodrigues, CPM

A trilha da Torre da Prata é extremamente exigente fisicamente e é frequentada por montanhistas e usuários com experiência em trilhas. Muitas vezes é iniciada de madrugada ou finalizada à noite, quando ainda está escuro, por isso adotou-se nela um modelo de sinalização refletiva.
As atividades realizadas foram: restauração de sinalização, desobstrução de leito e poda da vegetação do corredor da trilha, fechamento de atalhos e roçada da entrada da trilha. No total, foram removidos 22 troncos de árvores caídas na trilha e que a estavam bloqueando, ação que visou isolar trilhas alternativas abertas por usuários para desviar de alguns troncos. Dezenas de atalhos foram fechadas com corda de sisal e galhos secos. Foi roçada uma extensão de aproximadamente 200 metros na entrada da trilha, que estava tomada por vegetação de baixo porte, como capim, samambaias e bambus, dificultando o acesso dos visitantes.

Instalação de fitas refletivas para sinalização da trilha – Foto: Péricles Augusto dos Santos

No dia 05 de agosto, havia sido realizada a primeira etapa do mutirão na trilha, com atividades especializadas de substituição de cordas e instalação de degraus de aço em alguns trechos muito íngremes (18 degraus e cordas em dois trechos). Tais equipamentos têm o intuito de evitar a erosão da fina camada de solo nas laterais da trilha, por pisoteamento, impacto observado em trechos descobertos. Essa atividade contou com a participação apenas de 6 montanhistas experientes, devido ao grau de dificuldade.
Todas as atividades executadas pelos voluntários estão dentro da concepção de ordenamento da visitação no atrativo, que é histórica, e de melhoria da experiência do visitante. Os objetivos são proteger a flora e a fauna do Parque, dar maior segurança aos visitantes, e coibir atividades ilícitas (como corte de palmito e caça) através da presença institucional e de usuários “amigos da unidade”.

Fechamento de desvios e trilhas alternativas com corda de sisal – Foto: Rodrigo Filipak Torres

“Quando a trilha não está clara para o usuário, com bloqueio por vegetação ou troncos, os usuários podem buscar opções mais fáceis para passagem, gerando trilhas secundárias, que são indesejáveis. Uma trilha bem visível e uma boa sinalização são complementares e dão aos usuários segurança da trilha, minimizando o risco de se perderem em meio à mata, como ocorria há alguns anos, e evitando que pisoteiem a vegetação fora da trilha.” (Rodrigo Filipak, coordenador técnico do mutirão)

“Neste ano, o ICMBio renovou seu Programa de Voluntariado e o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange já está realizando algumas atividades que seguem as novas orientações e metodologias. Os mutirões são uma ferramenta de extrema importância para aproximar a sociedade da gestão do Parque e a proposta é realizar outras atividades com apoio de voluntários, em locais onde há visitação na unidade de conservação.” (Cristina Batista, coordenadora do voluntariado do PNSHL)

“Atuar no mutirão na trilha da Torre da Prata foi minha primeira atividade como voluntária do PNSHL. Pude aprender sobre a sinalização e o manejo correto da trilha, conhecer pessoas muito legais e ter a certeza de que a equipe do Parque está buscando garantir a preservação através do uso público, de modo consciente e seguro. Além disso, para nós que amamos o montanhismo, o voluntariado na UC é uma grande oportunidade de retribuir à natureza tudo o que ela nos proporciona.” (Isabel Cristina Martines, professora universitária, voluntária do ICMBio).

* Os degraus de aço instalados pelo CPM são da medida compensatória da Semana da Montanha de 2014 organizada pelo Clube, custeados pela Corrida da Montanha da TRC. O Grupo Corpo de Socorro da Montanha (COSMO) tem instalado os degraus na Serra do Mar, capacitado os montanhistas e emprestado equipamentos, como a furadeira utilizada na atividade.

Participantes do 4º mutirão na trilha da Torre da Prata, no dia 26 de agosto de 2017 – Foto: Péricles Augusto dos Santos

Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata deste ano acontece no dia 23 de julho

A Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata acontecerá, pelo terceiro ano consecutivo, na área rural do município de Paranaguá. Este ano o circuito terá 10,3 km e está marcado para o dia 23 de julho, com largada prevista para às 8h do barracão comunitário de eventos ao lado da igreja católica da Colônia Maria Luiza.

O evento é fruto de esforços de diversos agricultores residentes no entorno da PR-508, no município de Paranaguá, em conjunto com diversas instituições, dentre elas o ICMBio – Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL). A caminhada tem como premissa possibilitar um dia inesquecível para os visitantes, para que estes possam contemplar as belezas, os sabores e os saberes do entorno da Serra da Prata, protegida pelo Parque Nacional.

Em 2015 e 2016 o evento recebeu mais de 700 caminhantes e em 2017 a expectativa é de superar este número.

Propriedade rural com plantação de mandioca e aos fundos o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange - Foto: Rogério Florenzano Júnior

Propriedade rural com plantação de mandioca e aos fundos o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange – Foto: Rogério Florenzano Júnior

Como nos anos anteriores, a equipe do PNSHL preparou placas de identificação de espécies que estarão espalhadas pelo percurso com informações sobre plantas da região.

O tradicional café da manhã do evento será servido a partir das 07h da manhã, com bolos, tortas, queijos, doces, geléias, café e leite de produtores da região. O almoço será preparado pela associação dos agricultores e servido a partir das 11h30, com direito a galeto, nhoque de aipim, aipim frito, duas opções de macarrão, arroz e saladas.

Além disso, no final do percurso haverá uma feira onde os agricultores estarão comercializando diversos produtos.

Para saber como chegar, ver o mapa do percurso, inscrever-se e consultar outras informações, acesse: http://www.circuitoserradaprata.com.br.

RECOMENDAÇÕES PARA OS CAMINHANTES:
– usar roupas leves e boné;
– trazer repelente;
– trazer capa de chuva;
– trazer recipiente para água (haverá pontos de fornecimento de água);
– obedecer as placas de sinalização;
– não entrar nos rios e cachoeiras;
– não caminhar fora do trajeto;
– ao compartilhar fotos nas redes sociais, utilizar a hashtag #SERRAdaPRATA.