Prefeitos recebem visita da equipe e membros do Conselho do PNSHL

Para aproximar a gestão da Unidade de Conservação aos governos locais, a administração do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL) se propôs a realizar reuniões com os Prefeitos dos quatro municípios que compõem sua área (conheça o mapa do parque com a divisão municipal). Cumprindo a agenda estabelecida, o chefe do Parque,  Rogério Florenzano Júnior, visitou Matinhos, Morretes e Paranaguá em feveriro, sempre acompanhado por membros do Conselho Consultivo, como forma de destacar a importância da participação da sociedade na gestão da área. A relação de cada município com a Unidade de Conservação (UC) tem características próprias, o que fez com que os assuntos tratados fossem ligeiramente diferentes de uma reunião para outra. Um tema comum, porém, foi a necessidade de maior participação do representante do poder executivo municipal nas atividades do Conselho Consultivo.

Prefeito Eduardo Dalmora recebe equipe e conselheiros do PNSHL

Prefeito Eduardo Dalmora recebe equipe e conselheiros do PNSHL

Em Matinhos, participaram da reunião os conselheiros Nívea Gurski e José Pomin Neto, representantes, respectivamente, do Setor Produtivo do município e das comunidades Sertãozinho e Colônia Cambará. No encontro foram tratados assuntos ligados ao turismo, como a possibilidade de parceria para manutenção de trilhas existentes na UC e que representam um grande atrativo para a cidade por estarem  muito próximas à zona urbana.

A segunda visita foi ao Prefeito de Morretes, Helder Santos, empossado em janeiro, que recebeu a comitiva do PNSHL acompanhado pelos Secretários de Turismo e de Agricultura e Meio Ambiente e por representante da Secretaria de Educação.

Sr.Helder, Prefeito de Morretes, recebe a equipe e membros do Conselho do PNSHL.

Representantes do PNSHL com Prefeito e Secretários em Morretes

A temática central foi a situação das comunidades rurais localizadas no entorno do Parque, cujos representantes presentes na reunião, Edson Alves, Eliane Schonrock e Arlindo Capeta Souza, tiveram espaço para expor sua visão sobre como a UC pode contribuir para a melhoria de renda dos moradores locais, destacando a importância do fomento da organização local da atividade turística. Sobre este assunto, Rogério acrescentou que gestão do parque encontra-se em um momento especial para tratar das questões relacionadas ao entorno da área protegida, pois a elaboração do Plano de Manejo está em fase inicial.

Prefeito Mário Roque e equipe com a comitiva do PNSHL

Na Prefeitura de Paranaguá a reunião marcou o primeiro contato oficial da gestão do Parque com o atual Prefeito, Sr. Mário Roque, eleito em 2012. Rogério apresentou as características e limites da UC e explicou sobre a implantação dos mecanismos de gestão participativa, destacando o papel do Conselho Consultivo e ressaltando a importância da participação do representante municipal. Participaram do encontro os conselheiros comunitários Jucelma Esser e Joel Salgado e os Secretários de Planejamento, de Meio Ambiente e de Educação.

Cada Prefeito recebeu do chefe do PNSHL um calendário do ICMBio e um mapa mostrando a parte da UC inserida em seu município e a delimitação das comunidades vizinhas que possuem representação no Conselho Consultivo. A administração da UC aguarda a resposta da Prefeitura de Guaratuba sobre a proposta de reunião para encerrar o ciclo de visitas.

Anúncios

Equipe inicia recuperação da sinalização no PNSHL

A falta de conhecimento da população sobre a existência e os limites da área protegida é uma das principais causas de problemas que afetam uma Unidade de Conservação.  Entre outros efeitos negativos, o desconhecimento leva a danos não intencionais, assim como gera insegurança nos moradores que ainda se encontram em seu interior ou nas comunidades vizinhas, prejudicando a relação entre a sociedade e a equipe gestora da Unidade de Conservação.

A sinalização é uma das estratégias para aumentar a percepção sobre a área e, considerando a extensão do perímetro do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL), aproximadamente 164 quilômetros, é um trabalho de longo prazo. Seu início foi em 2009 com a instalação de nove placas distribuídas nas rodovias que circundam o Parque e dezesseis placas em seu interior, em estradas rurais e trilhas na mata. A produção e instalação do material foi feita pelo departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) em cumprimento a uma condicionante estabelecida pelo IBAMA no processo de licenciamento de um trecho da Rodovia PR 412.

Embora ao longo de quase quatro anos, a equipe tenha executado ações pontuais de reparação das placas, havia a necessidade de realização de um serviço generalizado de manutenção daquelas colocadas no interior do Parque, que se encontram sob condições de umidade elevada. Em alguns locais será necessário recolocar a sinalização, que desapareu.

Equipe reponsável pela manutenção das placas internas do PNSHL.

O trabalho é coordenado pelo Analista Ambiental Rodrigo Torres e tem a participação do estagiário, voluntários e outros membros da equipe do PNSHL. Envolve a retirada das placas para limpeza, substituição das peças de madeira para sustentação, atualização de informação referente ao telefone da sede administrativa e recolocação em local visível, marcando o limite da Unidade de Conservação.

 

Placas instaladas no interior do PNSHL necessitavam de recuperação.Placa recolocada em estrada rural após manutenção.