Salto do Tigre

Salto do Tigre
Foto: Leonardo Milano

Município: Matinhos (Colônia Cambará)

Trilha para o Salto do Tigre
Foto: Maria das Graças Brandão

 

Trilha do Salto do Tigre
Foto: Alexandre Arins

Como chegar: a trilha para o Salto do Tigre tem início na altura do km 21 da rodovia Alexandra-Matinhos (PR-508).  O acesso é feito a pé, da seguinte forma: a partir da margem esquerda da rodovia (sentido Matinhos-BR277), deve-se percorrer aproximadamente 80 metros por uma estrada de terra, entrando em uma trilha localizada do lado direito.

Esta trilha possui aproximadamente 2.200 metros de extensão. Existem setas amarelas indicando o caminho de ida ao salto.

Salto do Tigre
Foto: Acervo do PNSHL

Características: O Salto do Tigre é uma sequência de três quedas no curso do rio Cachoeirinha. Tanto a trilha como o Salto estão localizados em área particular e somente os oitocentos metros finais da trilha estão inseridos no limite do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange.

Infraestrutura local: Não há. Em geral os visitantes estacionam os veículos próximos às casas localizadas do lado direito da rodovia. O acesso ao km 21 da rodovia PR 508 também pode ser feito de ônibus.


6 Respostas

  1. […] A visitação ao Salto do Tigre é antiga, realizada desde antes da criação do PNSHL, e esta é a primeira ação oficial de sinalização integral da trilha. Espera-se que, com a gradativa implantação do Parque e a consequente implantação da sinalização dos atrativos naturais da Serra da Prata, o PNSHL possa se consolidar como uma opção ecoturística permanente, independente da temporada de veraneio. Para mais informações sobre o Salto do Tigre, acesse este link. […]

  2. Sou Engenheiro Florestal e frequentador assíduo do belo litoral paranaense, apesar do grande desleixo de alguns órgãos estaduais que subestimam o potencial turístico da região, que acho não ser o caso do ICMBio.
    Quero parabenizar a iniciativa de realização de todas as ações de manutenção da trilha e todos os que participaram voluntariamente deste trabalho. Deixo somente algumas sugestões para incentivar ainda mais a visitação: 1. colocação de toras em alguns pontos alagadiços da trilha; 2. sinalização na volta da trilha (existe uma bifurcação à direita que quem não é acostumado pode se perder); 3. sinalização na beira da PR.
    E para quem não conhece, a cachoeira e a trilha são lindas, vale a pena conhecer.
    Obs.: o Parque Nacional de Superagui necessita de melhores cuidados e um plano de manejo com ações que realmente saiam do papel, principalmente com relação ao lixo.

    • Caro Ricardo, agradecemos seus elogios e sugestões.
      Ressaltamos que a sinalização de retorno e recuperação de pontos alagadiços, são ações que já estão previstas para as futuras intervenções da equipe do PNSHL na trilha. A sinalização na beira da PR também será eventualmente implantada.

  3. Enjoyed examining this, very good stuff, thankyou . While thou livest keep a good tongue in thy head. by William Shakespeare.

  4. A entrada no parque é gratuita?
    Tem que agendar visita?

    • Bom dia Margarete

      Existe cobrança em alguns atrativos do Parque, pois estes ainda estão em áreas particulares. É o caso das Cachoeiras da Quintilha e da Cachoeira do Hotel Mata Atlântica. No Salto do Tigre, não há cobrança para entrar no Parque.

      Quanto ao agendamento, o único local que faz agendamento é o Hotel Mata Atlântica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: