Cachoeiras da Quintilha

Cachoeira Alto da Quintilha
Foto: Beatriz Gomes

Município: Paranaguá (Colônia Quintilha)

Cachoeira Quintilha
Foto: Acervo do PNSHL

Como chegar: é possível chegar de carro até próximo às cachoeiras pela Estrada da Quintilha – um caminho de terra, em razoável estado de conservação, que tem início no km 4 da rodovia Alexandra – Matinhos (PR 508). Percorrendo 4,5 km na estrada de terra chega-se à entrada da propriedade onde se encontra a Cachoeira Quintilha – identificada por uma placa do lado direito da estrada. A partir deste ponto é necessário continuar a pé por mais 500 metros. Para chegar à cachoeira Alto da Quintilha deve-se seguir pelo caminho que se localiza à direita da entrada da primeira cachoeira, até o ponto onde uma cerca interrompe a passagem.

Esta parte do percurso tem, aproximadamente, 1.300 metros e está em piores condições, podendo, eventualmente, não estar acessível para veículos de passeio. A entrada para a cachoeira está localizada do lado esquerdo.

Características: As cachoeiras estão no curso do rio Brejatuba e o domínio da área ainda é privado. A cachoeira Quintilha (parte baixa) está localizada próximo ao limite do Parque, enquanto a Alto da Quintilha (parte alta) está inserida na Unidade de Conservação.

Infraestrutura local: Próximo à entrada da primeira cachoeira existe o Restaurante e Pesque-pague “Sabor da Quintilha”, que funciona aos finais de semana. Junto às cachoeiras é possível comprar bebidas, lanches e refeições. Os proprietários das áreas cobram uma taxa de entrada.

Telefones para contato:
Cachoeira Quintilha: (41) 8408-7670 / (41) 8800-6744 / (41) 8424-7606 – Sra. Margarete
Cachoeira Alto da Quintilha: (41) 8880-2858/ (41) 8825-3139 – Sr. Daniel

23 Respostas

  1. Deveria ser fechado esse lugar de tragedia, pois nao ha avisos de perigo.. varias pessoas morreram nesse lugar, meu amigo foi um deles!!!! Uma vergonha, porque sabem q jovens sao imaturos e por isso deveria ter uma seguranca maior!!!! vergonha desse povo q ainda recebe dinheiro para ver pessoas morrerem..

    • Lamentamos o falecimento do seu amigo. Informamos que estamos providenciando a sinalização de algumas trilhas e atrativos visando à segurança dos visitantes e iremos reforçar os alertas com relação aos cuidados que devem ser tomados nas áreas de cachoeira. A capacidade de intervenção da administração do Parque é limitada, atualmente, pelo fato de que as áreas que recebem visitantes ainda são de particulares e estão em processo de desapropriação. Nestes locais tanto a cobrança de ingressos como as atividades oferecidas são de responsabilidade dos proprietários. Lembramos ainda que toda atividade em ambientes naturais apresenta riscos.

      • Tem capacidade limitada, não fiscalizam do jeito adequado e ainda querem desapropriar pessoas que cuidam das áreas, mantendo a conservação do Palmito (e como fica essas áreas?, abrigo para palmiteiro e caçador), porém, imóveis de auto custo não visam a desapropriação, mas estão nos limites do parque, continuarão do jeito que estão. Qual a diferença entre imóvel caro e de uma família tradicional? Adequar os limites para ambos é o mínimo, pois não tem pessoal suficiente.É PURO INTERESSE…

      • Prezada Wanuza, a informação que você tem não está correta. Na revisão dos limites está proposta a exclusão de quase todas as ocupações existentes antes da criação do Parque, sejam posseiros, próprietários pequenos ou grandes, agricultores ou moradores de zonas urbanas. Por exclusão das ocupações, entende-se que os limites do Parque serão alterados (reduzidos) para que as famílias permaneçam onde estão.
        Por recomendação do Ministério Público, porém, permanecerão dentro do Parque as propriedades localizadas em regiões afetadas pelos deslizamentos de terra que ocorreram em 2011 (bairros Morro Inglês, Santa Cruz e Floresta), pois se encontram em áreas muito instáveis e sujeitas a novos deslizamentos e as moradias de famílias em situação de vulnerabilidade social (que se encontram dentro do Parque) na região de Matinhos. Também algumas propriedades isoladas em meio à floresta, cujos proprietários não residem no local deverão ser indenizadas.
        Sugiro que acesse a postagem sobre o tema e os links que nela se encontram para conhecer melhor a proposta: https://parnasainthilairelange.wordpress.com/2013/04/02/proposta-de-novos-limites-para-o-pnshl-e-apresentada-em-reuniao-do-conselho-consultivo/
        Estamos também à disposição para prestar esclarecimentos sobre o processo de revisão e tirar dúvidas sobre alguma área em particular, em nossa sede administrativa em Matinhos, na Rua das Palmeiras, 170, ou pelo telefone (41) 3452-6340.

  2. Por favor não consigo contato com o restaurante no 3427-3536 do site ninguém responde à tres dias.Gostaria de levar meu grupo 45 pessoas terceira idade dia 21 de março .Elza e Daniel somente caixa postal.Aguardo urgente.
    Atenciosamente,
    Lorene.

    • Experimente ligar com o DDD 41 à frente. No litoral se não fizer isso, mesmo sendo ligação do mesmo DDD, tu não consegue falar.

  3. Eu adoro ir até a Quintilha, desde que fui pela primeira vez me apaixonei pelo lugar, principalmente a de cima, onde mora o Sr. Daniel sempre fomos bem tratados, mais ficaria bem melhor se dessem uma arrumada na estrada.MARIA PARISOTTO

  4. Quintilha é demais… Com certeza vale a pena conhecer!

  5. Acredito que pessoas que se arriscaram e tiveram suas vidas ceifadas na Colonia Quintilha, tinham pelo menos ideia do perigo que estava correndo e mesmo assim correram o risco….imaturidade….a Colonia Quintilha é tudo de bom, basta saber aproveitar com muita responsabilidade.

  6. sou cleverson. dia 19-01-14 fui até a quintilha. gostei do lugar. ambiente gostoso, mulheres bonitas, cachoeira linda, pastel gostoso e barato. tudo muito bom, mas a estrada para outra cachoeira, de cima, está terrível

  7. oi qual o valor de acesso para a cachoeira?

  8. gostaria de saber onde é o inicio da trilha para motos. Pois já ouvi falar muito bem do lugar onde há trilhas leves moderadas e difíceis. Gosto de ir para trilhas onde tem algum tipo de laser natural para levar minha esposa e meus filhos de 1 e 5 anos se divertirem enquanto ando com minha magrela(DTzinha).
    ATT Ronaldo

    • Caro Ronaldo,
      Convidamos ao Sr. e sua família a conhecer as diversas belezas do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange, porém ressaltamos que a prática de motocross ou outras atividades off-road não é permitida no interior do Parque. Estas atividades vão contra os objetivos desta unidade de conservação, devido ao aumento da erosão das trilhas e outros impactos ambientas associados a elas. Além disso, não há estrutura adequada para a prática segura desta modalidade esportiva na região próxima a esta Unidade de Conservação.
      Caso saiba de detalhes destes casos ou de outras práticas indevidas dentro do Parque, pedimos que denuncie através do (41) 3452-6340 (sede do Parque), ou diretamente com o Batalhão de Polícia Ambiental.

  9. Obrigado pela informação e apoio 110%, um lugar de preservação ambiental te que ser cuidado com carinho, não conheço o parque pessoalmente, vi apenas por videos, e neste videos em que praticantes de motocross são anunciados como fosse trilha da quintilha, agradeço a informação que é proibido esta prática e assim que puder irei com minha família para conhecer o parque.

  10. Boa noite, gostaria de saber se podemos ir de bike e se as bikes chegam ate a cachoeira, pois não gostaríamos de deixar as bikes sozinhas…obrigado

    • Olá Cezar, é possível sim chegar de bike bem próximo às cachoeiras, o caminho é transitável e de fácil acesso. Podem deixar as bikes sob os cuidados dos donos das propriedades que dão entrada às cachoeiras e caminhar a pé até as cachoeiras propriamente ditas.

  11. Um lugar agradável, onde fazemos menção da natureza tão próxima e tão linda, lugar onde levo minha família para descansar e fugir da agitação do dia a dia é super lindo o lugar claro que precisa melhorar a infraestrutura do local sem prejudicar o natural, más para mim é um lugar FANTÁSTICO.

  12. Olá, moro em Shangri-lá é possível ir de ônibus até o local e fazer a trilha andando? Tem lugar para acampar? Agradeço desde já.

    • Olá! Sim, é possível ir de ônibus, via Rodovia Alexandra-Matinhos, até a entrada da estrada rural que dá acesso às cachoeiras. Você caminha por esta estrada rural (de terra) até as cachoeiras. Quanto a acampar nos locais, peço que telefone para os proprietários das áreas, cujos telefones constam no texto da matéria, e se informe diretamente com eles.

      • Obrigada! Tenho mais uma dúvida sobre o ônibus, eu posso pegar ônibus de Pontal até Matinhos e o de Matinhos para a cachoeira?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: