Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange cria sistema online para registro de visitantes

Amanhecer no cume da Serra da Prata. Foto: Carolina Guarinello

O relevo da Serra da Prata, os inúmeros riachos e a rica vegetação da Mata Atlântica presentes no Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange criam belos cenários naturais que atraem pessoas de diversas partes do país e do mundo. Trilhas com diferentes níveis de dificuldade conduzem o visitante por variados ambientes, dando oportunidade para observação da flora e da fauna e levando a cachoeiras ou ao cume da Serra da Prata, conhecido como Torre da Prata.

O Parque, entretanto, ainda não possui estruturas de apoio à visitação, tais como Centro de Visitantes e sinalização de trilhas, que constarão do Programa de Uso Público do Plano de Manejo, que está sendo elaborado. A visitação é atualmente realizada em áreas ainda sob domínio particular, sendo restrita aos locais que já recebiam visitantes antes da criação do Parque e sujeita às normas estabelecidas por cada proprietário e pelo ICMBio.

A equipe do Parque está trabalhando na melhoria de trilhas e no ordenamento da visitação de alguns atrativos. Uma das etapas desse processo é o levantamento de informações sobre a quantidade e o perfil dos visitantes, as épocas mais visitadas, etc. Essas informações constituem elemento fundamental para subsidiar o manejo adequado das trilhas e dos locais de visitação, garantindo a conservação e o uso adequado dessas áreas.

Nas cachoeiras da Quintilha e na Cachoeira do Rio das Pombas, o registro dos visitantes já está sendo feito mediante o preenchimento de fichas fornecidas pelo ICMBio e mantidas pelos proprietários das áreas, que fazem o controle de entrada e saída das pessoas. A equipe gestora do Parque recolherá mensalmente estas fichas, para sistematizar e analisar as informações coletadas.

Nos demais atrativos, onde não há controle da visitação por parte dos proprietários, esse levantamento será feito por amostragem, com técnicos do ICMBio e voluntários indo a cada local em dias específicos para fazer o registro dos visitantes. Por isso, é possível que durante sua visita você seja convidado a responder algumas perguntas sobre o local de onde vem, seus interesses e atividades que gostaria de fazer ao visitar o Parque.

Para a trilha que leva à Torre da Prata, a administração do Parque desenvolveu um sistema de agendamento online que possibilitará aos visitantes obter informações sobre o uso da trilha e do acampamento e planejar melhor sua atividade. O objetivo é proporcionar uma boa experiência ao visitante, gerar informações sobre o número de pessoas que utilizam a trilha e manter uma agenda de utilização da área de acampamento no cume. Como o espaço de acampamento é limitado, o agendamento prévio evitará que um grupo realize a subida com carga elevada e não encontre espaço para pernoite porque já há outro grupo ocupando o local. Este sistema está em fase de testes e será aprimorado conforme sua utilização. Solicitamos o preenchimento do formulário eletrônico cujas informações e link encontram-se na página específica da trilha. Para grupos de visitantes, apenas um formulário deve ser utilizado, e uma pessoa deve se responsabilizar pelo grupo e pelo preenchimento do cadastro. Em caso de desistência ou mudança de planos, informe o quanto antes a equipe do Parque, por e-mail ou telefone, para que a agenda possa ser atualizada. Após sua visita, não se esqueça de preencher o formulário “Registro de saída da trilha da Torre da Prata”, também disponível na página específica da trilha,  que permite aos visitantes inserir informações sobre eventuais acontecimentos observados ao longo da trilha, além de fazer sugestões para a melhoria do manejo da área.

Você pode também enviar comentários e sugestões à equipe do Parque pelo endereço eletrônico parnashl.pr@icmbio.gov.br. Sua participação é importante e, desde já, agradecemos sua colaboração.

Uma resposta

  1. Eu adorei essa foto e fico feliz com as novidades..é sim o inicio de um programa de atividades que com certeza irá florescer e dar excelentes frutos. A beleza do parque precisa ficar acessível aos amantes da natureza, esses irão ajudar amorosamente a cuidar dessa nossa maravilha. A mim ocorreria perguntar no questionário do visitante…
    “Diante de tanta exuberância que atividades praticaria? quem sabe colocasse uma lista de opções como caminhada… banho de cachoeira, observação de passaros, reconhecimentos de especies ameaçadas, fotografia…etc….e ainda que ele pudesse sugerir algumas outras…
    Penso que ao fazer isso já se vai criando um banco de idéias que serão aproveitadas, descartadas ou melhoradas.
    Parabéns ao IcmBio e equipe do parque!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: