Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata deste ano acontece no dia 23 de julho

A Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata acontecerá, pelo terceiro ano consecutivo, na área rural do município de Paranaguá. Este ano o circuito terá 10,3 km e está marcado para o dia 23 de julho, com largada prevista para às 8h do barracão comunitário de eventos ao lado da igreja católica da Colônia Maria Luiza.

O evento é fruto de esforços de diversos agricultores residentes no entorno da PR-508, no município de Paranaguá, em conjunto com diversas instituições, dentre elas o ICMBio – Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL). A caminhada tem como premissa possibilitar um dia inesquecível para os visitantes, para que estes possam contemplar as belezas, os sabores e os saberes do entorno da Serra da Prata, protegida pelo Parque Nacional.

Em 2015 e 2016 o evento recebeu mais de 700 caminhantes e em 2017 a expectativa é de superar este número.

Propriedade rural com plantação de mandioca e aos fundos o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange - Foto: Rogério Florenzano Júnior

Propriedade rural com plantação de mandioca e aos fundos o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange – Foto: Rogério Florenzano Júnior

Como nos anos anteriores, a equipe do PNSHL preparou placas de identificação de espécies que estarão espalhadas pelo percurso com informações sobre plantas da região.

O tradicional café da manhã do evento será servido a partir das 07h da manhã, com bolos, tortas, queijos, doces, geléias, café e leite de produtores da região. O almoço será preparado pela associação dos agricultores e servido a partir das 11h30, com direito a galeto, nhoque de aipim, aipim frito, duas opções de macarrão, arroz e saladas.

Além disso, no final do percurso haverá uma feira onde os agricultores estarão comercializando diversos produtos.

Para saber como chegar, ver o mapa do percurso, inscrever-se e consultar outras informações, acesse: http://www.circuitoserradaprata.com.br.

RECOMENDAÇÕES PARA OS CAMINHANTES:
– usar roupas leves e boné;
– trazer repelente;
– trazer capa de chuva;
– trazer recipiente para água (haverá pontos de fornecimento de água);
– obedecer as placas de sinalização;
– não entrar nos rios e cachoeiras;
– não caminhar fora do trajeto;
– ao compartilhar fotos nas redes sociais, utilizar a hashtag #SERRAdaPRATA.

Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange é tema do Programa Expedições

Na próxima terça-feira, 19 de julho, será apresentado o Programa Expedições sobre o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange e seu entorno pela TV Brasil às 19:30.
Os temas gravados foram selecionados pela produção do programa, tendo por base uma lista de sugestões feitas pelo Parque. A gravação teve a devida autorização da Assessoria de Comunicação do ICMBio e da Administração do Parque.

Aline Dale, apresentadora do Programa Expedições, com um sapinho da montanha. – Foto: Rodrigo Torres/PNSHL/ICMBio

As filmagens foram realizadas entre os dias 10 e 14 de março de 2016, com apoio e participação da equipe do Parque e de diversos colaboradores locais, mobilizando dezenas de pessoas e percorrendo algumas centenas de quilômetros.
Um dos temas abordados foi a pesquisa sobre a ecologia e a conservação das lontras, realizada no Parque e seu entorno há alguns anos. Outro assunto foi a criação de ostras nativas na Baía de Guaratuba (entorno do Parque) feita por moradores das comunidades do Cabaraquara e Parati, bem como as belezas do Salto Parati. Algumas espécies raras, objeto de pesquisas científicas, também foram filmadas – como a canela (Ocotea marumbiensis), espécie botânica recentemente descrita, e o sapinho da montanha (Brachycephalus izecksohni), espécie minúscula (1 cm) que só existe no Parque. Foi mostrada ainda uma pesquisa que trata da riqueza e conservação da flora do Parque, com toda sua beleza.
“A gravação do Expedições no Parque, neste ano, foi um presente para nós”, comenta Rogério Florenzano, chefe da UC, em alusão ao aniversário de 15 anos do Parque Nacional, completado em maio de 2016.

Para conferir fotos da filmagem do programa acesse a fanpage do “Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange” no Facebook e em seguida o álbum de fotos “Programa EXPEDIÇÕES – PNSHL”.

Sobre o “Expedições”:
Pantanais, amazônias, chapadas, rios, cânions, pontos extremos do Brasil há vinte anos desfilam pelas lentes do Expedições. “O programa vai além de uma série de documentários”, destaca a jornalista Paula Saldanha, que criou o pioneiro projeto na televisão brasileira, nos anos 1970, ao lado do marido, o biólogo Roberto Werneck. O Expedições ganhou novo formato mas, de acordo com Paula, consolida o trabalho de jornalismo ambiental construído ao longo do tempo.
“O novo formato é singular, unindo influências do jornalismo, do documentário e um pouco de reality, guiando o telespectador ao longo das descobertas de cada episódio”, explica o diretor Lucas Saldanha Werneck, filho de Paula e que agora dirige a atração. Ele ressalta, no entanto, que antigos pilares foram mantidos: responsabilidade com as informações e divulgar o Brasil aos brasileiros e ao mundo.
Para desvendar e registrar as aventuras, a equipe do programa conta com a apresentadora Aline Dale, o fotógrafo Rodrigo Serrado e o cinegrafista Fabio Serfaty.

Expediente:
– Programa Expedições – 20 Anos
– Tema do episódio: Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PR)
– Data: próxima terça-feira, 19 de julho, às 19:30; reapresentação no sábado, 23 de julho, às 16:00
– Canal: TV Brasil (modos de sintonização: parabólica, canais abertos,TVs por assinatura, no exterior, e transmissão via web – tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar)
– Site do programa: tvbrasil.ebc.com.br/expedicoes

Vem aí a 2ª Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata

Folder_Caminhada

No dia 24 de julho de 2016 acontecerá a 2º Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata, com largada prevista para às 8h do barracão de eventos da igreja católica da Colônia Maria Luiza, área rural do município de Paranaguá.
A Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata é fruto de esforços de agricultores residentes nas Colônias no entorno da PR-508 (Quintilha, Maria Luiza, Pereira, Santa Cruz, Morro Inglês e São Luiz), em conjunto com diversas instituições, entre elas, o ICMBio – Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL). O evento tem como premissa possibilitar um dia inesquecível para os visitantes, para que estes possam contemplar as belezas, os sabores e os saberes do entorno da Serra da Prata, protegida pelo Parque Nacional.
Em 2015 a Caminhada contou com a participação de mais de 700 caminhantes e em 2016 a expectativa é de superar este número.
Neste ano o circuito foi ampliado de 9,5 km para 11,5 km e, como no ano anterior, a equipe do PNSHL preparou placas de identificação de espécies que estarão espalhadas pelo percurso com informações sobre plantas da região.
Além disso, será servido um café da manhã especial com bolos, tortas, queijos, doces, geléias, café e leite de produtores da região a partir das 7h da manhã, e um almoço preparado pela associação dos agricultores com direito a galinha caipira, nhoque de aipim, aipim frito, macarrão, arroz e saladas, que será servido a partir das 11h.
Mais uma vez o evento contará com música ao vivo para deixar o ambiente ainda mais descontraído.
Recomenda-se que os participantes usem roupas leves, tênis confortável e boné, tragam repelente, guarda-chuva e garrafa com água, que obedeçam as placas de sinalização, não entrem nos rios, não caminhem fora do trajeto e ao compartilhar fotos nas redes sociais, utilizem a hashtag #SERRAdaPRATA.
Para saber como chegar, ver o mapa do percurso, inscrever-se e consultar outras informações, acesse: http://www.circuitoserradaprata.com.br.

Autor: Rodrigo Felizardo, com informações de Osni Arturo (Motirõ Sociedade Cooperativa)

PNSHL recebe sinalização rodoviária

O Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná (DER-PR) instalou, na última semana, placas indicativas no trecho da Rodovia PR-412 que atravessa o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL), entre Caiobá no município de Matinhos e a Prainha no município de Guaratuba.

As placas de sinalização, indicando a presença da Unidade de Conservação, foram posicionadas em dois pontos, sendo que o trecho sinalizado da Rodovia que adentra o PNSHL é de aproximadamente 700 metros.

As placas foram instaladas em função de medidas condicionantes impostas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Confira as imagens das placas a seguir:

Placa 01

Placa 01: sentido Caiobá-Prainha

Placa 02

Placa 02: sentido Prainha-Caiobá

Autor: Rodrigo Felizardo

1º Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata acontecerá no dia 26 de julho

caminhada-serra-da-prata

Com o objetivo de estimular o turismo rural e em comemoração ao aniversário de Paranaguá, a Associação dos Produtores Rurais de Paranaguá (APRUMPAR) realizará no dia 26 de julho de 2015 a Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata, que envolverá diretamente duas comunidades agrícolas que estão no entorno do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL): Colônia Quintilha e Colônia Maria Luiza. Outras colônias envolvidas no evento, são: Pereira, Santa Cruz, Morro Inglês e São Luiz. O Parque Nacional/ICMBio é um dos apoiadores da iniciativa, juntamente com diversas outras instituições.

Com largada prevista para às 9h e 10 km de percurso, os participantes poderão observar durante o trajeto: cachoeira, ruínas de antigo alambique, farinheira típica, antiga igreja católica de madeira, além da fantástica paisagem da Serra da Prata, protegida pelo Parque Nacional.
O local onde se dará o início e o término da caminhada será o barracão de eventos da igreja católica da colônia Maria Luiza, onde será servido café da manhã e almoço típicos nos valores de R$8,00 e R$20,00, respectivamente. Além disso, haverá no espaço a comercialização de pães, bolos, compotas, frutas, hortaliças e artesanato.

A ideia é oportunizar geração de renda e emprego aos pequenos produtores do município e, futuramente, realizar a caminhada nas demais colônias produtoras de Paranaguá.
Para saber como chegar, ver o mapa do percurso, inscrever-se e consultar outras informações, acesse: http://www.circuitoserradaprata.com.br.

Autor: Rodrigo Felizardo

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL empossa novos Conselheiros

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL - Foto: Fábio Corrêa

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL – Foto: Fábio Corrêa

No último dia 19 de agosto ocorreu a 16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL. A reunião realizou-se na UFPR Litoral, e contou com a presença de conselheiros de várias comunidades e instituições, dentre eles os novos conselheiros eleitos das comunidades do entorno do Parque.

Na parte da manhã, foi realizada a apresentação de todos os conselheiros, suas principais demandas e possíveis colaborações ao PNSHL.

Posse dos novos conselheiros. Foto: Fábio Corrêa

Posse dos novos conselheiros. Foto: Fábio Corrêa

Os novos conselheiros assinaram seus termos de posse, e os antigos conselheiros receberam certificados de participação nos últimos dois anos do Conselho Consultivo.

Durante a tarde, foram feitos esclarecimentos sobre as perguntas realizadas na parte da manhã. Os assuntos tratados foram diversos, entre eles:

-Informações sobre o licenciamento de obras nas captações da CAB Paranaguá e SANEPAR;
-Regularização fundiária das propriedades inseridas no PNSHL;
-Informações sobre o licenciamento ambiental para a implantação da PRC-101 trecho sul (BR-101) no litoral paranaense;
-Andamento do licenciamento ambiental da restauração da Estrada do Parati;
-Situação atual e propostas para o adequado uso público do Morro do Escalvado.

 

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL - Foto: Fábio Corrêa

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL – Foto: Fábio Corrêa

Certificado de participação de Conselheiro do PNSHL - biênio 2012/2013

Certificado de participação de Conselheiro do PNSHL – biênio 2012/2013

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL - Foto: Fábio Corrêa

16ª Reunião do Conselho Consultivo do PNSHL – Foto: Fábio Corrêa

Sinalização da trilha do Salto do Tigre é implantada

Placa na chegada à cachoeira. Foto: Ruth Catão

Placa na chegada à cachoeira. Foto: Ruth Catão

Nas duas últimas semanas, a equipe do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL), juntamente com voluntários da unidade, realizaram diversas ações em campo de sinalização e manutenção na trilha do Salto do Tigre, um dos principais atrativos naturais do Parque. O resultado final foi a instalação de sinalização indicativa em todo o trajeto da trilha, a colocação de placas informativas, e a retirada do lixo jogado ao longo do percurso e na cachoeira.

As intervenções realizadas na trilha do Salto do Tigre, foram:

– instalação de placas rústicas com o nome do atrativo “Salto do Tigre”, no início da trilha e na chegada à cachoeira;

– instalação de placas direcionais de madeira em bifurcações, e pintura de setas indicativas em árvores, mostrando o sentido da trilha principal. O padrão escolhido é bastante resistente ao vandalismo, segue experiências internacionais bem sucedidas e adaptadas para a realidade brasileira, e tem sido utilizado em várias Unidades de Conservação no Brasil;

Placa colocada no limite do Parque. Foto: arquivo PNSHL

Placa colocada no limite do Parque. Foto: arquivo PNSHL

– restauração e recolocação de placa informativa no início da área do Parque (veja esta matéria);

– instalação de placa de advertência sobre os principais riscos e cuidados a serem tomados durante a visitação à cachoeira;

– retirada da trilha de toda sinalização colocada ou feita por usuários ao longo dos anos, que fugia do padrão adotado. Apesar de geralmente bem-intencionada, a sinalização informal de trilhas – geralmente feita de forma despadronizada, por várias pessoas em momentos distintos – pode acabar confundindo os usuários, nem sempre sendo claramente identificável e entendida da mesma forma por todas as pessoas;

– remoção de resíduos sólidos (plásticos, latas, vidros) da trilha e da cachoeira. Durante as visitas, todo lixo avistado na trilha e em sua proximidade foi recolhido e levado embora para a devida disposição. Além de afetar a beleza do lugar, os resíduos deixados pelos visitantes também podem prejudicar a saúde dos animais silvestres.

Estas ações são o resultado de trabalhos que vêm sendo realizados há mais de um ano. A madeira utilizada na confecção das placas e materiais de sinalização foi, em grande parte, doada pela Floresta Nacional de Irati, resultante da demolição de antigas casas. Desde o início, o PNSHL vem contando com o valioso apoio de sua equipe de voluntários que auxiliaram na concepção, entalhe e tratamento da madeira, pintura e instalação das placas.

Seta pintada em árvore. Foto: Rodrigo Torres

Seta pintada em árvore. Foto: Rodrigo Torres

A sinalização de trilhas e atrativos do PNSHL têm como objetivo principal o ordenamento do uso público desses locais, visando sua proteção. A sinalização adequada leva o visitante a permanecer na trilha principal, evitando o pisoteamento da vegetação lateral e o surgimento de trilhas secundárias, que aumentam o impacto da visitação. Ela torna a visita ao atrativo mais segura para os usuários e melhora sua experiência geral de visitação. Além disso, a visitação de forma ordenada normalmente acarreta a diminuição do fluxo de caçadores e palmiteiros nestas áreas, ajudando a proteger seus atributos naturais. A simples identificação institucional ao longo de toda a trilha, por si só, já ajuda a coibir ilícitos ambientais.

Seta entalhada em madeira. Foto: Silvester Thomas

Seta entalhada em madeira. Foto: Silvester Thomas

A visitação ao Salto do Tigre é antiga, realizada desde antes da criação do PNSHL, e esta é a primeira ação oficial de sinalização integral da trilha. Espera-se que, com a gradativa implantação do Parque e a consequente implantação da sinalização dos atrativos naturais da Serra da Prata, o PNSHL possa se consolidar como uma opção ecoturística permanente, independente da temporada de veraneio. Para mais informações sobre o Salto do Tigre, acesse este link.

O trabalho de sinalização e de manutenção de trilhas terá continuidade nas próximas semanas.

Solicitamos aos usuários das trilhas do PNSHL que informem a administração do Parque caso percebam sinais de vandalismo na sinalização.

 

Galeria de Imagens:

Placas rústicas produzidas pelos voluntários e equipe do PNSHL. Foto: Rodrigo Torres

Placas rústicas produzidas pelos voluntários. Foto: Rodrigo Torres

Trilha do Salto do Tigre. Foto: Alexandre Arins

Trilha do Salto do Tigre. Foto: Alexandre Arins

Remoção de sinalização fora do padrão. Foto: Ruth Catão

Remoção de sinalização fora do padrão. Foto: Ruth Catão

 

 

 

 

 

 

 

Instalação de placa. Foto: Alexandre Arins

Instalação de placa. Foto: Alexandre Arins

Salto do Tigre. Foto: Alexandre Arins

Salto do Tigre. Foto: Alexandre Arins

Placa de advertência. Foto: Alexandre Arins

Placa de advertência. Foto: Alexandre Arins

 

 

 

 

 

 

 

Parte da equipe que sinalizou a trilha. Foto: arquivo PNSHL

Parte da equipe que sinalizou a trilha. Foto: arquivo PNSHL

Parte do lixo coletado na trilha. Foto: Rodrigo Torres

Parte do lixo coletado na trilha. Foto: Rodrigo Torres

Parte das sinalizações removidas. Foto: Rodrigo Torres

Parte das sinalizações removidas. Foto: Rodrigo Torres