Vem aí a 2ª Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata

Folder_Caminhada

No dia 24 de julho de 2016 acontecerá a 2º Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata, com largada prevista para às 8h do barracão de eventos da igreja católica da Colônia Maria Luiza, área rural do município de Paranaguá.
A Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata é fruto de esforços de agricultores residentes nas Colônias no entorno da PR-508 (Quintilha, Maria Luiza, Pereira, Santa Cruz, Morro Inglês e São Luiz), em conjunto com diversas instituições, entre elas, o ICMBio – Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL). O evento tem como premissa possibilitar um dia inesquecível para os visitantes, para que estes possam contemplar as belezas, os sabores e os saberes do entorno da Serra da Prata, protegida pelo Parque Nacional.
Em 2015 a Caminhada contou com a participação de mais de 700 caminhantes e em 2016 a expectativa é de superar este número.
Neste ano o circuito foi ampliado de 9,5 km para 11,5 km e, como no ano anterior, a equipe do PNSHL preparou placas de identificação de espécies que estarão espalhadas pelo percurso com informações sobre plantas da região.
Além disso, será servido um café da manhã especial com bolos, tortas, queijos, doces, geléias, café e leite de produtores da região a partir das 7h da manhã, e um almoço preparado pela associação dos agricultores com direito a galinha caipira, nhoque de aipim, aipim frito, macarrão, arroz e saladas, que será servido a partir das 11h.
Mais uma vez o evento contará com música ao vivo para deixar o ambiente ainda mais descontraído.
Recomenda-se que os participantes usem roupas leves, tênis confortável e boné, tragam repelente, guarda-chuva e garrafa com água, que obedeçam as placas de sinalização, não entrem nos rios, não caminhem fora do trajeto e ao compartilhar fotos nas redes sociais, utilizem a hashtag #SERRAdaPRATA.
Para saber como chegar, ver o mapa do percurso, inscrever-se e consultar outras informações, acesse: http://www.circuitoserradaprata.com.br.

Autor: Rodrigo Felizardo, com informações de Osni Arturo (Motirõ Sociedade Cooperativa)

1º Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata acontecerá no dia 26 de julho

caminhada-serra-da-prata

Com o objetivo de estimular o turismo rural e em comemoração ao aniversário de Paranaguá, a Associação dos Produtores Rurais de Paranaguá (APRUMPAR) realizará no dia 26 de julho de 2015 a Caminhada na Natureza – Circuito Serra da Prata, que envolverá diretamente duas comunidades agrícolas que estão no entorno do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL): Colônia Quintilha e Colônia Maria Luiza. Outras colônias envolvidas no evento, são: Pereira, Santa Cruz, Morro Inglês e São Luiz. O Parque Nacional/ICMBio é um dos apoiadores da iniciativa, juntamente com diversas outras instituições.

Com largada prevista para às 9h e 10 km de percurso, os participantes poderão observar durante o trajeto: cachoeira, ruínas de antigo alambique, farinheira típica, antiga igreja católica de madeira, além da fantástica paisagem da Serra da Prata, protegida pelo Parque Nacional.
O local onde se dará o início e o término da caminhada será o barracão de eventos da igreja católica da colônia Maria Luiza, onde será servido café da manhã e almoço típicos nos valores de R$8,00 e R$20,00, respectivamente. Além disso, haverá no espaço a comercialização de pães, bolos, compotas, frutas, hortaliças e artesanato.

A ideia é oportunizar geração de renda e emprego aos pequenos produtores do município e, futuramente, realizar a caminhada nas demais colônias produtoras de Paranaguá.
Para saber como chegar, ver o mapa do percurso, inscrever-se e consultar outras informações, acesse: http://www.circuitoserradaprata.com.br.

Autor: Rodrigo Felizardo

Excursão da ACAPRENA visita o PNSHL

acaprena_01

Chefe do PNSHL, Rogério Florenzano Júnior, dá as boas-vindas à excursão ACAPRENA – Foto: Alexandre Arins

No dia 04 de junho, o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL) recebeu a excursão da ACAPRENA – Associação Catarinense de Preservação da Natureza, de Blumenau-SC, composta por 32 pessoas, entre eles, interessados em meio ambiente e estudantes de Geografia da Université de Montréal do Canadá em viagem de intercâmbio ao Sul do Brasil.

O programa de excursões da ACAPRENA tem como objetivo principal conhecer as Unidades de Conservação brasileiras e de países vizinhos, principalmente Parques (nacionais, estaduais e municipais). O chefe do PNSHL recepcionou os excursionistas na sede administrativa da UC pela manhã, onde fez uma breve apresentação do Parque: sua criação, a escolha do nome, as características, entre outras informações e curiosidades. Em seguida, a equipe do Parque conduziu os visitantes à Colônia Cambará, na área rural do município de Matinhos, para conhecer a trilha do Salto do Tigre, uma das principais atrações naturais do PNSHL.

acaprena_02

Aula de botânica com o professor Alexander Christian Vibrans da FURB – Foto: Alexandre Arins

Durante a caminhada na trilha, houve momento de pausa para que o professor Alexander Christian Vibrans da FURB – Fundação Universidade Regional de Blumenau, que acompanhava a excursão, pudesse dar uma aula sobre botânica.  A equipe do PNSHL também realizou uma avaliação rápida da trilha, verificando as condições da sinalização implantada no ano anterior, e removeu parte do lixo encontrado na trilha.

Após contemplação das cachoeiras e retorno da trilha, os grupos se dirigiram à comunidade da Quintilha, na área rural do município de Paranaguá e entorno do PNSHL, onde almoçaram em um restaurante local.

A excursão da ACAPRENA seguiu até Guaraqueçaba onde conheceu a RPPN Salto Morato na sexta-feira e o Parque Nacional do Superagui no sábado, retornando a Blumenau no domingo.

Autor: Rodrigo Felizardo

Na Trilha, documentário sobre PNSHL já está disponível

Na Trilha, documentário recém produzido por Péricles Augusto dos Santos, e tendo como tema o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL), está disponível online para o público.

Para mais informações, leia a matéria sobre o documentário.

 

PNSHL participa de apresentação sobre Trilha da Torre da Prata no CEM

Estudante apresentando relatório. Foto: Acervo PNSHL

Estudante apresentando relatório. Foto: Acervo PNSHL

Na tarde do dia 21/06 analistas ambientais do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL) assistiram uma apresentação dos alunos do curso de Oceanografia do Centro de Estudos Mar – CEM/UFPR relatando um estudo que realizaram na disciplina optativa “Turismo e Natureza”, ministrada pelo Professor José Claro da Fonseca Neto. O estudo envolveu uma atividade de campo realizada nos dias 14 e 15 de junho, na Trilha da Torre da Prata, e teve como objetivo realizar uma avaliação turística rápida (ATR) da trilha e desenvolver um protocolo de operação padrão (POP), que foram apresentados pelos estudantes e pelo professor na forma de um relatório. A ATR é uma avaliação da trilha do ponto de vista de uso turístico, como estado de conservação, sinalização e grau de dificuldade do percurso. O POP é um protocolo de uso da trilha, que informa como deve ser feita a preparação para a visitação, o que é preciso saber para a segurança dos visitantes e o que é preciso levar para a caminhada na trilha.

Após a apresentação, os estudantes puderam discutir, sanar dúvidas, sugerir e receber sugestões da equipe do PNSHL quanto ao trabalho apresentado. Aproveitou-se o momento para convidar os estudantes para participarem do programa de voluntariado existente no parque.

PNSHL está no trajeto da Caminhada na Natureza

A UFPR-Litoral, por meio do Curso de Gestão de Turismo, está coordenando a organização de mais um evento que une esporte e o contato com o ambiente natural: a 2ª Caminhada na Natureza de Matinhos. A caminhada acontecerá no primeiro sábado de agosto e está sendo promovida por meio de uma parceria entre a Universidade, as Prefeituras de Matinhos e Guaratuba, O ICMBio e o SESC Paraná.

O circuito faz parte do calendário da Federação Internacional de Esportes Populares, entidade com sede na Alemanha (IVV na sigla em alemão), representada no país pela ANDA Brasil.

O percurso atravessa o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange em dois momentos: o primeiro entre o bairro Prainha e a região do Iate Clube, pela a trilha da Farinheira; e o segundo entre o Cabaraquara e o Tabuleiro, pela antiga estrada do Cabaraquara.

Parque Nacional do Iguaçu repassa mais de R$ 2 milhões para o “Fundo Iguaçu”

O Parque Nacional do Iguaçu repassou R$ 2.265.364,60 ao Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu (Fundo Iguaçu) nos últimos dois anos. Apenas em 2011, o valor arrecadado foi de R$ 1.185.305,60.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Cataratas do Iguaçu S.A explicam e incentivam os turistas a contribuírem com o Fundo. A sugestão da contribuição voluntária é indicada nos bilhetes dos visitantes acima dos 12 anos (geral, Mercosul e brasileiros). Atualmente a contribuição é de R$ 1,10 por visitante que adquire o ingresso.

Para o chefe da unidade de conservação, Jorge Pegoraro, os valores repassados ao Fundo pelo Parque Nacional do Iguaçu são significativos. “Possibilita a divulgação de Foz do Iguaçu e seus atrativos, nacional e internacionalmente. Além de custear ações e programas de capacitação, treinamento, entre outros. Sem este recurso, com certeza, não teríamos um crescimento na ordem de 10% na visitação do parque em 2011”, afirmou.

Fundo Iguaçu

É uma instituição sem fins lucrativos, com estatuto próprio, gerida por entidades do turismo local com diretoria executiva, conselho fiscal e conselho consultivo. Seu objetivo é desenvolver ações de divulgação e promoção para atrair mais turistas e eventos para Foz do Iguaçu. O fundo é presidido pelo jornalista Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional.

Nos últimos anos o Fundo realizou campanhas nacionais e internacionais do Destino Iguaçu com resultados expressivos. Entre as ações que a entidade desenvolveu estão o plano de mídia em revistas de bordo, plano diretor do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, Natal das Cataratas e a campanha para eleger as Cataratas do Iguaçu uma das sete maravilhas da natureza.

Destacam-se ainda as promoções do Destino Iguaçu no mercado internacional, a divulgação dos atrativos em catálogos de operadoras, workshops e roadshows pelo mundo, ações estratégicas nos canais de distribuição, apoio ao Festival de Turismo das Cataratas, Meia Maratona das Cataratas do Iguaçu e os projetos de despoluição visual da cidade, sensibilização turística, educação ambiental com guias de turismo e taxistas.

Custeio

A entidade é mantida por contribuições procedentes dos atrativos turísticos, como o Parque Nacional do Iguaçu e o Complexo Turístico Itaipu. Além da contribuição, tourism tax, cobrada pelos hotéis, convênios e transferências (públicas e privadas).

Fonte: Comunicação ICMBio