• Sede Administrativa

    Rua das Palmeiras, 170
    Caiobá - Matinhos - PR
    CEP 83.260-000

    Fone/Fax: (41) 3452-6340

    E-mail: parnashl.pr@icmbio.gov.br

    Horários de atendimento:
    Seg-Sex: 08:00-11:30, 14:00-17:00

  • Facebook

  • Previsão do tempo

  • Anúncios

Febre amarela – nota de esclarecimento

No início desta semana, o Centro de Vigilância Ambiental da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) recebeu a informação da ocorrência de três macacos mortos, e uma carcaça mais antiga, na região de Antonina.Uma equipe da SESA deslocou-se até o local da ocorrência, diante da possibilidade que os animais tenham morrido por causa da febre amarela. Material foi recolhido e encaminhado para a Fundação Oswaldo Cruz -FIOCRUZ para a realização dos exames necessários para a confirmação da causa da morte. A expectativa é que os resultados sejam divulgados em até uma semana.

Apesar de ainda não se ter a confirmação de que os animais estavam contaminados, a SESA ativou os protocolos de prevenção da doença para a região do litoral do Estado.

A recomendação é para que a população procure os postos de saúde e tomem a vacina contra a febre amarela, que está disponível em toda a rede pública de saúde. A Secretaria de Estado da Saúde também alerta que somente as pessoas vacinadas devem entrar na mata.

Outra medida que deve ser tomada pela população é a intensificação do combate aos focos de reprodução do mosquito Aedes aegypti. Famoso por transmitir a dengue e a zika, também é o principal responsável pela transmissão da febre amarela nos centros urbanos. Eliminar pontos de acúmulo de água é uma das principais medidas para o controle desse mosquito vetor.

cartaz_febre_amarela_2-1-300x300


Visitação nas unidades de conservação

O Instituto Ambiental do Paraná, frente ao alerta da Secretaria de Estado da Saúde, determinou o fechamento das Unidades de Conservação (UCs) estaduais e municipais situadas no Litoral do Estado.

Até o momento, o ICMBio não tomou uma posição oficial sobre as UCs Federais. Entretanto, a administração do PNSHL recomenda expressamente que se tome a vacina da febre amarela com, no mínimo, dez dias de antecedência antes da visita ao Parque Nacional. Recomendamos, ainda, que os visitantes façam uso de repelentes contra insetos, de eficácia comprovada.

cartaz_febre_amarela-1

#ACULPANÃOÉDOMACACO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: