ICMBio e parceiros fiscalizam o Parque Nacional e seu entorno

Nas últimas três semanas as atividades de fiscalização no Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange (PNSHL) e seu entorno foram intensificadas, sendo realizadas inúmeras ações fiscalizatórias que resultaram em apreensões, prisões, autos de infração (multas) e um embargo.

No final de setembro, a Polícia Ambiental localizou três palmiteiros atuando no interior do PNSHL. Eles foram presos e encaminhados para a Polícia Federal, em Paranaguá. Em poder dos infratores foram encontrados duas espingardas, um pio de inambu (equipamento para atrair aves) e dois macucos (Tinamus solitarius), sendo que um deles ainda estava com vida e foi devolvido à natureza. Os três infratores relataram que cortaram aproximadamente 720 cabeças de palmito-juçara (Euterpe edulis), as quais já haviam sido transportadas para o beneficiamento, não tendo sido encontradas. Os infratores foram autuados pelo ICMBio por corte de palmito, caça de macuco (ameaçado de extinção no Estado do Paraná) e porte de instrumentos de caça dentro do Parque, e responderão a inquérito criminal na Polícia Federal. Outras duas pessoas do mesmo grupo – que teriam cortado mais palmito – não foram encontradas na mata.

Por determinação do Ministério Público Federal, o aterro de resíduos vegetais de Matinhos, sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal, foi fiscalizado pela equipe do ICMBio, constatando-se que o mesmo estava operando em desacordo com a licença ambiental do IAP e causando impactos ao aspecto paisagístico e à fauna do Parque. Como resultado, foram emitidos dois autos de infração e realizado o embargo total do aterro – com posterior desembargo parcial.

Em parceria com a Polícia Ambiental também foi realizada vistoria no bairro Tabuleiro, no entorno do Parque, para verificar denúncia de ocupação irregular e desmatamento. As informações colhidas na vistoria foram repassadas às autoridades com jurisdição sobre a área.

Parque Natural Municipal da Lagoa do Parado. Foto: Arquivo PNSHL

Parque Natural Municipal da Lagoa do Parado, com vista do PNSHL ao fundo. Foto: Arquivo PNSHL

Já no último final de semana, foi realizada uma operação conjunta de fiscalização na região da Lagoa do Parado e baía de Guaratuba, envolvendo ICMBio, IBAMA, IAP e Polícia Ambiental. Este trabalho teve como objetivo verificar denúncias oriundas do Conselho Gestor da APA de Guaratuba de que no Parque Municipal da Lagoa do Parado, em Guaratuba, estaria havendo caça, retirada de palmito-juçara e pesca ilegal. O Parque Municipal da Lagoa do Parado é vizinho do PNSHL.

Como resultado geral, até o momento têm-se a emissão de oito autos de infração e de um termo de embargo pelo ICMBio, e a coleta de informações importantes para futuras operações de fiscalização.

Palmito-juçara apreendido pela Polícia Ambiental no entorno do PNSHL. Foto: BPAmb Guaratuba

Palmito-juçara apreendido pela Polícia Ambiental no entorno do PNSHL. Foto: BPAmb Guaratuba

Em outras ações de fiscalização, realizadas pela Polícia Ambiental em agosto e setembro, foram constatados diversos ilícitos ambientais no entorno do PNSHL, dentro da APA de Guaratuba. Foi descoberta uma fábrica clandestina de processamento de palmito, onde foram encontrados cinco galões plásticos com palmito-juçara cortado semi-industrializado, 52 cabeças de palmito-juçara in natura, e alçapões e gaiolas para captura de pássaros. Um dos envolvidos já tinha sido preso dias antes, com outras pessoas, devido ao transporte de 1059 cabeças de palmito em dois carros. Ainda em uma outra ação fiscalizatória, 700 cabeças de palmito-juçara foram apreendidas juntamente com a caminhonete que as transportavam.

Aqui na nossa região, denúncias ambientais fundamentadas e com o máximo de detalhes possível podem ser feitas – inclusive anonimamente – aos seguintes órgãos, de acordo com a localização do ilícito ambiental:

Se for dentro do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange: (41) 3452-6340 – ICMBio Matinhos

Se for fora do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange: (41) 3442-1016 – IAP Guaratuba; (41) 3422-8233 – IAP Paranaguá. O ICMBio Matinhos pode também atuar em ilícitos ambientais fora do Parque Nacional, se tal situação estiver, de alguma forma, causando algum dano ou impacto à referida UC (Unidade de Conservação).

Denúncias ambientais em geral: Polícia Ambiental Paranaguá – (41) 3420-9400; Polícia Ambiental Guaratuba – (41) 3443-6858

Galeria de Imagens:

Vista do aterro vegetal de Matinhos, com o PNSHL ao fundo. Foto: Arquivo PNSHL

Vista do aterro vegetal de Matinhos, com o PNSHL ao fundo. Foto: Arquivo PNSHL

Entulhos no aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Entulhos no aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

 

 

 

 

 

 

 

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

Aterro vegetal de Matinhos. Foto: Arquivo PNSHL

 

 

 

 

 

 

 

 

Operação conjunta ICMBio, IBAMA, IAP e Polícia Ambiental. Foto: Arquivo PNSHL

Operação conjunta ICMBio, IBAMA, IAP e Polícia Ambiental. Foto: Arquivo PNSHL

Pedaço de rede de pesca coletada no Parque Municipal da Lagoa do Parado. Foto: Arquivo PNSHL

Pedaço de rede de pesca coletada no Parque Municipal da Lagoa do Parado. Foto: Arquivo PNSHL

Galões plásticos com palmito-juçara semi-industrializado. Foto: BPAmb Guaratuba

Galões plásticos com palmito-juçara semi-industrializado. Foto: BPAmb Guaratuba

2 Respostas

  1. Muito bom saber que essas operações estão acontecendo..e oxalá aconteça de os culpados pagarem devidamente por isso. é muito triste saber que daqui a pouco tempo os crimes se repetem…sim é desolador!
    parabéns pelas ações e que elas se tornem rotineiras a ponto de inibirem completamente esse tipo de crime!
    parabéns a todos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: