Conselheiros discutem ações para biênio 2012-2013

Reunidos na UFPR-Litoral, os membros do Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange deram início à elaboração do Plano de Ação do Conselho em Reunião Extraordinária realizada ontem, dia 19. As atividades do dia contaram com a presença de 45 pessoas, sendo 37 conselheiros, muitos no início de sua gestão como representantes das comunidades.

Na parte da manhã, questões gerais foram trabalhadas por meio metodologias participativas.

A mediação foi realizada por Rodrigo Pereira Medeiros, Doutor em Sociologia Política e professor do Centro de Estudos do Mar (CEM) da Universidade Federal do Paraná que, para estimular o envolvimento de todos e registrar as diversas opiniões, utilizou dinâmicas de grupo e outras metodologias participativas.

Pela manhã foram desenvolvidas atividades visando: identificar a percepção dos participantes e o conhecimento prévio de cada um acerca de seu papel como representante do conselho; discutir o papel do representante e do representado, as possibilidades e dificuldades de comunicação e o efeito sobre os resultados esperados ou planejados; e refletir sobre o processo de gestão, aplicado à realidade do PNSHL. No final do período foram identificados os assuntos principais a serem detalhados em atividades concretas após o almoço.

No período da tarde, os conselheiros trabalharam em grupos.

À tarde, os participantes foram divididos em grupos com o objetivo de propor ações a serem realizadas pelo Conselho ou por determinados membros, para trabalhar questões como: Melhorar a comunicação entre o Parque e a comunidade; Desenvolvimento (geração de renda) e Conservação (uso sustentável no entorno); Incentivar a responsabilidade do Conselheiro para com o Parque; Fortalecer as comunidades; e Minimizar as pressões ambientais no interior e no entorno do Parque.

O resultado dos grupos foi apresentado a todos, que puderam contribuir com o processo, ampliando as discussões. A sistematização do trabalho será feita pela Câmara Técnica de avaliação e monitoramento e apresentada posteriormente, para apreciação pelo Conselho.

Uma resposta

  1. Essa reunião extraordinária do conselho,foi muito boa mesmo e com resultado positivo, o conselho vai amadurecendo e compreendendo melhor a grande responsabilidade nesse processo que nos levará ao tao almejado Plano de Manejo do Parque.
    Eu adorei participar,, aprendo a cada dia, e acredito que vale a pena continuar no processo. É trabalhoso porque envolve também uma mudança cultural. É lento, porque toda mudança é lenta, É necessário porque o planeta precisa ser cuidado e a Natureza precisa ser respeitada para que responda com generosidade, beleza e fartura aos seres humanos que dela tanto depende!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: